Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Luta constante

Tenho ouvido falar muito de blogs, mas até á data nao me tinha aventurado a escrever nenhum. Achava sempre que se tratava de uma espécie de diário. Mas agora decidi que precisava de falar com o Mundo.

Sou mãe de um menino de 5 anos com diabetes desde os 3 anos, diabetes tipo I, insulino dependente. A quando do diagnostico da diabetes ainda estava casada com o pai do Rafael o que não acontece neste momento, separei-me a 19 Setembro 2009.

Escusado será dizer do quão complicado foi esta fase para o Rafael.

E foi por ele que criei este blog.

Acho que preciso de desabafar com o Mundo.

 

Sempre fui muito forte e enfrentei esta doença com unhas e dentes, fui o corpo e a mente do meu filho, dava tudo para ser eu a portadora da doença. Mas Deus não o permitiu, e deu essa cruz ao meu principe.

 

O Rafael entrou no hospital D. Estefania a 17/1/2009 com 1.200 de glicemia mas sem corpos cetónicos. Tanta sede e constante vontade de urinar levantaram-nos suspeitas, mas nunca pensei que pudesse acontecer...

A partir dessa data deixei de viver para mim, só vivo para ele.

 

Tem sido uma aprendizagem, com constantes variações de HBA1C, desde o 6.5% até ao terrivel 10.0% que aconteceu ontem após a consulta e que me levou a criar este blog.

 

Estou triste, cansada, sem forças, tenho medo, muito medo.

 

Não sei como agir, sao as constantes HIPO-HIPER glicemias, nao o consigo controlar, está com 400 e baixa para 30, mesmo sem insulina, não entendo!

 

Iniciou este mes os treinos de futebol na Academia do Sporting, ele adora, anda feliz, mas ontem fomos informados ( eu e o pai que está sempre presente nas consultas) de que nao poderia frequentar mais a academia, os valores dele estão incompativeis com exercicio fisico. Como lhe vou tirar isso? Mas tb sei que se não o proibir ele vai acabar por acabar um dia um treino inconsciente.

 

Tenho ate ao dia 02/11 para tentar controlar a glicemia do Rafa sob pena de ele ser internado para rectificar HBA1C. Não quero, não consigo, não aguento vê-lo numa cama de hospital.

 

Tento encontrar forças onde já nao as tenho, felizmente o meu actual companheiro tem sido um pai para o Rafael, tem sido ele a dar-me força, apoio, e a incentivar para nao desistir, que vamos conseguir, a HBA1C do Rafa vai chegar a valores normais. É esse o objectivo!

 

E depois existe o medo da HIPO nocturna, de o Rafael se ' ficar' durante uma noite de sono, e eu nao conseguir fazer nada, tenho panico do GLUCAGEN, não sei se conseguirei injectá-lo se for preciso.

 

Enfim, vamos aguardar por melhores dias!

publicado por nocas às 16:08
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Autora de Sonhos a 12 de Outubro de 2010 às 17:19
Sei que parece fácil, mas calma.
Não resolves nada, e para mais o Rafael pode aperceber-se dessa tensão.
Como te disse estou aqui, de nada serve, mas pode ajudar.
Beijinho e calma ok?


De Nildys a 12 de Novembro de 2010 às 20:50
Olá,
Não desista e tenha calma..
O blog e uma otima maneira de vc conhecer varias mães e crianças diabeticas...
Beijos


De Rosa Paulo a 22 de Fevereiro de 2011 às 21:33
É engraçado como o vosso problema é tão parecido com o meu....o meu gonçalo e nós, temos passado pelos mesmos problemas...grandes variações de valores ...vá dando notícias.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. DEVAGAR SE VAI AO LONGE

. Progressos

. Será isto possivel um dia...

. Voltar a amar

. Luta constante

.arquivos

. Outubro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds